Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




“Não tenho raiva de você Bento”

por filosofiacuco, em 27.12.14

Sala 3/4

 

filo

 

 

"Ontem Bento me deu um empurrão na hora do recreio. Ele pensou que eu estivesse com raiva, mas aprendi com a mamãe que não devemos guardar raiva de ninguém. Eu desculpei Bento e disse que não tinha raiva dele."

Rosângela Trajano

escritora brasileira

 

 

As reflexões das crianças: 

- “ O Bento achou que a raiva é uma coisa má.”

- “ O Bento não devia ter empurrado e a raiva é muito feia, como empurrar os amigos.”

- “É feio tirar coisas aos amigos.”

- “A menina fez bem em desculpar, porque é assim que se faz.”

´- “Ele queria chegar primeiro ao escorrega e deu o empurrão e devia esperar ou dar abraços, beijinhos e festinhas.”

- “ A raiva é quando estamos chateados e põe essa raiva em nós.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D